Categoria: Sem categoria

Para não perder o equilíbrio

Paiva Netto

 

É essencial nos prendermos à fímbria das vestimentas do Cristo Ecumênico, o Divino Estadista, como as crianças fazem quando vão acompanhando as mamães e os papais pelas ruas. E não podemos largá-la de forma alguma, quer dizer, não nos devemos afastar jamais dos Seus ensinamentos, sob o risco de perder o equilíbrio, portanto a Paz que Ele nos pode oferecer, conforme nos advertiu:

Minha Paz vos deixo, minha Paz vos dou. Eu não vos dou a paz do mundo. Eu vos dou a Paz de Deus, que o mundo não vos pode dar (Evangelho, segundo João, 14:27).

E:

— Não se turbe o vosso coração nem se arreceie (Evangelho, segundo João, 14:1), porque Eu estarei convosco, todos os dias, até o fim do mundo (Evangelho, segundo Mateus, 28:20).

Ora, os governantes da Terra seguramente ainda não a compreenderam, ou temem proclamá-la, porque as nações até hoje não a conseguiram desfrutar, porquanto não O quiseram ouvir, pois, Ele explicitamente declara: “O Pão que Eu darei para a Vida do Mundo é a minha própria carne” (Evangelho, segundo João, 6:51), em consequência, as Suas palavras e exemplos. E é necessário com insistência destacar que, na Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo, entendemos o Divino Amigo como uma figura universal, sempre disposta a ensinar e a agir pelo bem de todos, sem distinção. Trata-se do Cristo Ecumênico, liberto das algemas que alguns ainda Lhe podem querer impingir, mesmo que com a melhor das intenções. O Libertador Celeste não deve sofrer limitações da lucubração humana, por mais brilhante que seja, do contrário não seria, como sempre temos repetido, um verdadeiro Libertador. O Cristo de Deus ainda tem muito a nos transmitir. Espera pacientemente, porém, que os Seres da Terra amadureçam e se tornem capazes de entendê-Lo, da mesma forma que advertiu a Nicodemos, no Evangelho, segundo João, 3:10 e 12:

— Ora, Nicodemos, se sendo tu príncipe entre os sacerdotes, não entendeis as coisas terrenas de que vos falo, como compreendereis as Divinas?

Se o planeta está faminto de Paz, é porque não aprendeu até agora a usufruir do alimento que Jesus e outros grandes Luminares que pela Terra passaram, pregando o Amor e a Fraternidade, lhe ofereceram. E isso é bem perigoso. Basta recordar como tantos povos andam armados, mesmo os mais pobres, até os dentes…

 

José de Paiva Netto ― Jornalista, radialista e escritor.

paivanetto@lbv.org.br — www.boavontade.com


     

Reflexão de Boa Vontade – Jesus é maior do que pensamos

Costumo afirmar que o Pai Celestial desaprova qualquer manifestação de ódio em Seu Santo Nome. Infelizmente, por vezes, vimos irromper essa separação intolerante, cujo proveito jamais é do agrado de Deus, que é Amor (Primeira Epístola de João, 4:8). Por isso, também abordo esse assunto em minha obra Jesus, o Profeta Divino, no capítulo “A dessectarização do Cristianismo”. É preciso esclarecer que não significa criar outro cristianismo. Na verdade, trata-se de devolver ao Cristo, justo e compassivo, o que é do Cristo, como propôs Alziro Zarur (1914-1979). Portanto, é dessa maneira abrangente que compreendemos o Jesus Ecumênico e Seus ensinamentos redentores, isto é, acima de idiossincrasias ou atavismos grosseiros. Um Jesus sem algemas.

O Cristo liberto de preconceitos e tabus oferece Sua Divina Amizade igualmente aos Irmãos ateus, que também de Deus são filhos.

Jesus veio a este planeta e sacrificou-se por Amor à Humanidade. Fica aqui o nosso fraterno e cordial convite para que todos conheçamos o Cristianismo do Cristo e participemos dele.

Jesus é maior do que pensamos.

 

José de Paiva Netto ― Jornalista, radialista e escritor.

paivanetto@lbv.org.br — www.boavontade.com 


     

Campanha solidária da LBV beneficiou milhares de famílias carentes na Bahia

A iniciativa é resultado da Campanha Natal Permanente da LBV – Jesus o pão nosso de cada dia!, que teve por objetivo proporcionar um Natal mais digno e feliz para famílias em situação de vulnerabilidade.

 

Todos os anos, a Legião da Boa Vontade (LBV) realiza a campanha Natal Permanente, onde mobiliza a população brasileira e arrecada alimentos não perecíveis. São meses de ações, parcerias e mobilizações para conseguir os alimentos.

 

O resultado foi a entrega de mais de 3.900 cestas de alimentos que a LBV entregou neste mês de dezembro para pessoas que sofrem com a seca nas cidades de Uauá, Sobradinho, Curaçá, Juazeiro e para famílias atendidas pelos Centros Comunitários de Assistência Social da LBV Itabuna, Lauro de Freitas e Salvador.

 

No decorrer de todas as entregas era evidente a alegria e emoção dos beneficiados pela Campanha. A dona de casa, Taiane Sacramento, mãe do jovem David Gilvan, atendido pela Instituição há 8 anos, era uma das mais emocionadas na entrega das cestas em Salvador. “ Receber essa cesta é uma grande ajuda. Estou sem emprego fixo. Atualmente só estou fazendo unhas a domicilio, e isso é graças ao curso que fiz aqui na LBV”. Taiane ainda ressaltou a gratidão que tem pela Organização. “ Sou muito grata a todos vocês por tudo que fazem pelo meu filho e por mim”, finalizou.

 

Graças ao apoio de colaboradores e parceiros foram angariados um milhão de quilos de alimentos em todo o Brasil, que transformadas em cestas, puderam proporcionar um Natal digno e feliz a 50 mil famílias atendidas pelos programas socioeducacionais da LBV e as apoiadas por organizações parceiras da Instituição em todo o país.

 

Outras informações sobre a ação podem ser conferidas pelas redes sociais: Facebook/LBVBrasil, YouTube/LBVBrasil e Instagram/@LBVBrasil.


     

LBV entrega cestas de alimentos em Lauro de Freitas

A iniciativa é resultado da Campanha Natal Permanente da LBV – Jesus o pão nosso de cada dia.

Tradicionalmente há várias décadas, neste mês de dezembro a Legião da Boa Vontade (LBV), realiza entrega de cestas de alimentos, em diversas cidades do Brasil, para famílias que vivem em vulnerabilidade social.

Em Lauro de Freitas, as cestas serão entregues, na próxima terça-feira (19), ás 14 horas, as famílias atendidas no Centro Comunitário de Assistência Social da LBV, localizado em Itinga. A ocasião contará com diversas apresentações musicais das crianças atendidas pela Instituição.

Nos dias 12, 13,14 e 15, os voluntários da Entidade estiveram nas cidades do sertão do São Francisco (Juazeiro, Uauá, Curaçá e Sobradinho) para entregar cestas as famílias que sofrem com a seca. Já nos dias 20 e 21 serão beneficiadas as famílias atendidas pela Instituição em Salvador e Itabuna.

As doações para a campanha podem ser feitas pelo site www.lbv.org, pelo telefone 0800 055 50 99 ou em uma das unidades de atendimento da LBV no Brasil (confira o endereço mais próximo acessando www.lbv.org/enderecos). A divulgação da ação pode ser conferida pelas redes sociais: Facebook/LBVBrasil, YouTube/LBVBrasil e Instagram/@LBVBrasil.

Serviço:

Entrega das cestas de alimentos – Campanha Natal Permanente da LBV

Data: 19/12/2017 (Terça-feira)
Horário: 14 horas
Local: Centro Comunitário de Assistência Social Idalina Cecília de Paiva
Endereço: Rua Prof. Theocrito Batista, 1037, Itinga, Lauro de Freitas
Ponto de referência: Próximo ao Centro de Atendimento Integrado à Criança e ao Adolescente (Caic).


     

SPM/BA realiza ação contra assédio e impressiona passageiros no metrô de Salvador.

Iniciativa inédita na Bahia, a ação #AsMinaNoMetrô surpreendeu usuárias e usuários do Metrô de Salvador nesta quarta-feira (13). É que a #SPMBApromoveu uma ação de conscientização e combate ao assédio nos transportes coletivos, com a performance das atrizes do grupo Deslimites e das palhaças do Nariz de Cogumelo. A atividade contou com o apoio da CCR Metrô Bahia e Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur) por meio da Companhia de Transportes da Bahia (CTB).
Saiba mais – http://bit.ly/2o4GxUa

https://www.youtube.com/watch?v=9rcIf2uxxMg&feature=youtu.be

 

     

Aids — o vírus do preconceito agride mais que a doença

Paiva Netto

O organismo humano é a mais extraordinária máquina do mundo. Mesmo assim, falha. Contudo, com Amor, até os remédios passam a ter melhor resultado. Por isso mesmo, a decisão da Assembleia Mundial de Saúde, com o apoio da ONU, de instituir, desde outubro de 1987, o primeiro de dezembro como o Dia Mundial da Luta contra a Aids, é de enorme importância. Tanto que, no ano seguinte, nosso país adotou a data por meio de uma portaria assinada pelo Ministério da Saúde.

Nossos Irmãos que padecem com o vírus HIV e os que sofrem de outros males físicos, mentais ou espirituais precisam, em primeiro lugar, de Amor Fraterno, aliado ao socorro médico devido. Se a pessoa se sentir espiritual e humanamente amparada, criará uma espécie de resistência interior muito forte, que a auxiliará na recuperação ou na paciência diante da dor. Costumo afirmar que o vírus do preconceito agride mais que a doença.

Aos que sofrem o abandono a que foram relegados por antigos correligionários, por amigos de discussão intelectual e até mesmo pelos seus entes mais queridos, o conforto destas palavras do saudoso dom Paulo Evaristo Arns (1921-2016), cardeal-arcebispo emérito de São Paulo, na sua tocante obra Da Esperança à UtopiaTestemunho de uma Vida: “A graça de Deus não esquece ninguém nem se regula por crachás. Basta lembrar o segundo capítulo do livro Gênesis para sentir como o sopro de Deus infunde vida ao ser humano e lhe dá como companheira a Esperança por toda a vida. (…) Afinal, o mundo é de Deus, e Deus está presente no coração de cada pessoa, por menos que esta O sinta ou O exprima de viva voz. (…) A utopia é a união de todas as esperanças para a realização do sonho comum. Se realizarmos este sonho, teremos construído uma nova realidade.

Longe do Amor Fraterno, ou Respeito, se assim quiserem apelidá-lo, o ser humano jamais saberá viver em Sociedade Solidária Altruística Ecumênica, porque a sua existência ficará resumida a um terrível “cosmos”, o mesquinho universo do egoísmo. Por esse motivo, escreveu o pensador e sociólogo francês Augusto Comte (1798-1857): “Viver para os outros é não somente a lei do dever, mas também da felicidade”. Trata-se de uma lição que ninguém deve esquecer em circunstância alguma.

 

José de Paiva Netto ― Jornalista, radialista e escritor.

paivanetto@lbv.org.br — www.boavontade.com 


     

Aniversariante do dia.

Nonon Neves, morador de Itinga há trocentos anos, liderança do Santa Bárbara, faz mais um ano de vida.

Soube há pouco que Xandinho vai por o Trio Elétrico  em Itinga daqui a pouco pra marcar com muita alegria o aniversário de seu liderado e maior cabo eleitoral na comunidade Itinguense.

Parabéns, Nonon e estamos ai na festança.


     

Doe sangue

Paiva Netto

Estamos na Semana Nacional do Doador Voluntário de Sangue, comemorada desde 2003, sempre no mês de novembro. Um pedido recorrente do Ministério da Saúde é “que as pessoas sejam doadoras também durante o período das férias, para que o estoque dos bancos de sangue nos hemocentros esteja assegurado”.

Atendamos a essa convocação. Saiba antes se você possui as condições físicas ideais para ser um doador. Seu gesto de Caridade pode salvar muitas vidas.

Deus tem muitos sinônimos

Tudo que do Amor Divino nasce é verdadeiramente sublime. De certo, firmado nessa realidade, o dramaturgo e poeta francês Victor Hugo (1802-1885) ensinava que “o Espírito se enriquece com aquilo que recebe, e o coração, com o que dá”. Portanto, sem o Amor, que é Deus, o ser humano vive desgovernado, longe da Verdade, que é a Palavra Dele. (Evangelho de Jesus, segundo João, 17:17: “Pai, Tua Palavra é a Verdade”.)

Se você não crê na existência do Pai Celestial, não se sinta excluído pela minha afirmativa. Pense, então, em bom senso, porque quem não o exercita também vive em desgoverno.

Deus tem muitos sinônimos, tais como Amor, Fraternidade, Solidariedade, Compaixão, Clemência, Generosidade, Misericórdia, Altruísmo e tudo o mais que valoriza as criaturas, conduzindo-as à Paz consigo mesmas e com os outros.

Por consequência, o Criador não apoia manifestações de ódio em Seu Santo Nome. Muito apreciada, pois, esta admoestação de Martinho Lutero (1483-1546): “Não desejo que as pessoas lutem em favor do Evangelho pela força e pelo morticínio. O mundo tem de ser conquistado com a palavra de Deus”.

De que Deus fala o grande reformador? Evidentemente que a respeito Daquele enunciado por João Evangelista, na sua Primeira Epístola, 4:16: “E nós conhecemos e cremos no Amor que Deus tem por nós. Deus é Amor. E aquele que permanece no Amor permanece em Deus, e Deus, nele”.

E tamanha é a compreensão que Lutero tinha do magnânimo Sentimento Divino que o versículo de sua preferência na Bíblia fala por si, a quem tem “olhos de ver e ouvidos de ouvir”: “De tal maneira amou Deus ao mundo, que lhe mandou o Seu Filho Unigênito, de forma que todo aquele que Nele crê não pereça, mas tenha a Vida Eterna”. (Evangelho do Cristo, segundo João, 3:16.)

O velho pregador alemão sabia que não há outro caminho senão o do Amor, que é sinônimo de Caridade. Outro grande sábio da História, Dante Alighieri (1265-1321), em A Divina Comédia, escreveu: “O Amor é a força que move o Sol e outras estrelas”. Por isso, viver afastado Dele é sofrer a orfandade da Alma. Deus não tem bigode nem barba. A Sua Face é o Amor.

José de Paiva Netto – Jornalista, radialista e escritor.

paivanetto@lbv.org.brwww.boavontade.com


     

Gloria Pires apoia campanha de Natal da LBV

A renomada atriz Gloria Pires divulgou, em suas páginas nas redes sociais, apoio à campanha Natal Permanente da LBV — Jesus, o Pão Nosso de cada dia!, promovida pela Legião da Boa Vontade.

Vestida com a camiseta da LBV, ela convidou seus seguidores a ajudar a Instituição: “Neste Natal, a LBV entregará mais de 50 mil cestas de alimentos a famílias em situação de pobreza em todo o Brasil. Colabore com a LBV doando cestas de alimentos!”

Na Bahia, serão entregues 3.900 cestas de alimentos a famílias que sofrem com a seca nas cidades do Sertão do São Francisco (Juazeiro, Uauá, Curaçá e Sobradinho), na zona rural de Ipirá, além das famílias atendidas pelos Centros Comunitários de Assistência Social da LBV em Salvador, Lauro de Freitas, Itabuna e ONGS parceiras.

A iniciativa tem como meta arrecadar e entregar um milhão de quilos de alimentos, em cestas, no mês de dezembro, para famílias em situação de pobreza atendidas ao longo do ano, pela LBV e por organizações parceiras.

Acesse www.lbv.org/natal e faça a sua doação!


     

Depressão infantil

Paiva Netto

 Levantamento da Organização Mundial da Saúde (OMS) demonstra que, em todo o planeta, 20% das crianças e dos adolescentes apresentam sintomas de depressão, como irritabilidade ou apatia e desânimo. Os dados referentes ao Brasil sugerem que esse tipo de distúrbio se faz presente entre 8% e 12% da população infantojuvenil.

É um número preocupante. Saber lidar com essa problemática, que jamais esteve restrita a adultos e idosos, é providência urgente para pais e educadores.

O programa Educação em Debate, da Boa Vontade TV (Oi TV — Canal 212 — e Net Brasil/Claro TV — Canal 196), que discute os principais assuntos da educação pela ótica da Espiritualidade Ecumênica, entrevistou o dr. Gustavo Lima, psiquiatra da Infância e da Adolescência, que nos aponta algumas causas da depressão nas fases iniciais da vida e como notá-las: “Primeira coisa — uma investigação clínica pormenorizada. Segunda coisa — é muito importante lembrar que os transtornos afetivos na infância e na adolescência são de causa multifatorial, ou seja, diversos fatores podem causar a depressão: genéticos, ambientais, entre outros. Entretanto, na nossa prática clínica, o que aumenta muito a chance de uma criança ficar deprimida são os ambientes familiar e escolar desfavoráveis”.

 Diferença comportamental

O que dificulta, de certa maneira, pais e educadores perceberem que o filho ou o educando está deprimido é o comportamento dessa patologia entre as faixas etárias: “Diferentemente dos adultos, as crianças não ficam deprimidas o tempo inteiro. Às vezes, os pais deixam de levar o filho para uma avaliação porque em algum momento do dia ele se divertiu. E isso não significa que não esteja deprimido”, esclareceu o especialista.

E alertou ainda: “É preciso, também, muito cuidado com os sintomas de ideação de morte, quando vêm à mente ideias suicidas. Quando você está diante de uma criança deprimida com esses sintomas, é muito importante uma avaliação médica e um tratamento com psicólogo. Em alguns casos, dependendo da gravidade, recorrer a tratamento farmacológico”.

 Prevenção

Para o dr. Gustavo Lima — que é membro do Programa de Atendimento a Transtornos Afetivos do Serviço de Psiquiatria da Infância e Adolescência, do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP —, existem algumas atitudes que podem ajudar a prevenir a depressão nas crianças: “Além de um acompanhamento pediátrico, cuidar das horas de sono e da alimentação, um ambiente familiar estruturado é fundamental. Outra coisa importante é uma escola que favoreça o desenvolvimento da criança, que consiga identificar as reais potencialidades dela. Então, saúde, bem-estar, ambientes familiar e escolar favoráveis, prestar atenção também em questões genéticas contribuem, e muito, para se prevenir a depressão infantil”.

Atentemos, pois, às elucidativas recomendações do dr. Gustavo Lima. E não descuidemos de proporcionar aos pequenos e aos jovens um espaço sadio, enriquecido por uma Espiritualidade Ecumênica orientada pelos melhores princípios éticos. Desde cedo, devemos ter consciência de que a prece, a meditação, a confiança em Deus ou nas forças da Natureza são eficientes recursos ao equilíbrio bio-psíquico-espiritual.

José de Paiva Netto ― Jornalista, radialista e escritor.

paivanetto@lbv.org.br — www.boavontade.com