Categoria: Salvador

Imbassahy formou com ACM Neto e Geddel o tripé do golpe na Bahia, diz Florence

O vice-líder da oposição no Congresso Nacional, o deputado federal Afonso Florence (PT-BA) comenta sobre a saída do Antonio Imbassahy (PSDB-BA) da Secretaria de Governo. “Consumou-se, a já anunciada, troca na Secretaria de Governo do governo Temer, caiu Imbasshy, assumiu Carlos Marum (PMDB-MS). A substituição já tinha sido anunciada, mas Imbassahy conseguiu se manter mais alguns dias no cargo”,  afirma.

De acordo com Florence, “­­­alçado ao posto por ser do PSDB e por seu histórico de serviços prestados ao Carlismo, o desgaste de Imbassahy junto à base de Temer era grande, ele não conseguiu articular nada, ao ponto de ter sido caracterizado pelo vice-presidente da Câmara, o deputado Fábio Ramalho (PMDB-MG), como “um incompetente” “um zero à esquerda”, um “merd…”. Noticia-se que ele só não caiu antes porque Temer gosta dele”.

Para a Bahia, mais do que uma vitória, foi um alívio. Imbassahy elegeu-se prefeito de Salvador em 1996 numa memorável campanha em que prometeu construir o Metrô “de” Salvador. A obra foi paralisada, logo no seu início, por fortes denúncias de corrupção. Está foi sua maior antes de assumir a Secretaria de Governo de Temer.

“Imbassahy formou com ACM Neto e Geddel o tripé do golpe na Bahia. Ao lado de Temer, cumpriu papel central na perseguição à Bahia perpetrada por ACM Neto. Com sua queda sobra, como liderança do golpe na Bahia, ACM Neto com sua relação umbilical com Temer”, destaca Afonso.

O parlamentar acrescenta ainda “nossas posições são opostas às deles. Vamos continuar a lutar contra a retirada de direitos, em especial esta reforma da previdência. Vamos apoiar a apuração isenta das denúncias de corrupção. Vamos continuar a cobrar a aplicação de recursos para a atenção básica na saúde de Salvador, a pior entre os municípios da Bahia”, finaliza.


     

Forrozeiros se reúnem em prol da campanha de Natal da LBV

A campanha visa arrecadar alimentos não perecíveis e doar para famílias que sofrem com a seca nas cidades do Sertão do São Francisco e famílias atendidas pelos Centros Comunitários de Assistência Social da LBV.

 

Unir música, solidariedade e diversão, é com essa finalidade que o cantor Jó Miranda, as bandas Raízes Forró Clube, o Trio Forró de 3 e o Trio Inês se reunirão no Encontro Solidário de Forrozeiros, no próximo dia 18 (sábado), às 20 horas, na Cabana do Bogary –  Ribeira. Os ingressos custam R$10,00 e um quilo de alimento. Toda a renda será destinada para a campanha de Natal da Legião da Boa Vontade (LBV).

Campanha

Realizada anualmente, a Campanha Natal Permanente da LBV tem o objetivo de oferecer um Natal digno e feliz a milhares de famílias em situação de vulnerabilidade social em todo território Nacional.

Na Bahia, serão entregues 3.990 cestas de alimentos a famílias que sofrem com a seca nas cidades do Sertão do São Francisco (Juazeiro, Uauá, Curaçá e Sobradinho), na zona rural de Ipirá, além das famílias atendidas pelos Centros Comunitários de Assistência Social da LBV em Salvador, Lauro de Freitas, Itabuna e ONGS parceiras.

Cada cesta é composta de itens de acordo com os costumes de cada região tais como: arroz, feijão, óleo, açúcar, leite em pó, café, macarrão, farinha de mandioca e de trigo, fubá, goiabada, massa para bolo, extrato de tomate, goiabada, gelatina entre outros.

 

SERVIÇO

Encontro Solidário de Forrozeiros

Quando: Dia 18/11 (sábado), às 20 horas.

Onde: Cabana do Bogary (Av. Beira Mar, 440 – Ribeira – próximo ao The Best Beach).

Valor: R$: 10, 00 e um quilo de alimento.

Informações: (71)  99287-1485/ 99231-8040


     

“ACM Neto está despreparado”, dispara Afonso Florence

Deputado Afonso Florence

O vice-líder da oposição no Congresso Nacional, deputado federal Afonso Florence (PT/BA), refutou o prefeito de Salvador, ACM Neto, que defendeu a prestação privada do serviço de saneamento (água e esgoto). “Neto tinha dito que a EMBASA não fez investimentos, nem em Salvador, nem na Bahia: ou ACM Neto não conhece a realidade, ou está mentindo”, afirmou Florence.

Segundo Afonso, ex-presidente do Conselho de Administração da EMBASA e ex-secretário de Desenvolvimento Urbano na gestão Wagner, a EMBASA investiu aproximadamente R$ 8 bilhões em obras de água e esgoto no estado, e em Salvador cerca de R$ 1,3 bilhão. Florence afirma, ainda, que o governo Wagner encontrou uma cobertura de esgoto na capital baiana de aproximadamente 55%, e a cobertura atual é de quase 90%, ou seja, comparativamente “os governos Wagner e Rui, somados, investiram mais que a soma dos governos carlistas”.

“ACM ignora que a EMBASA investiu aproximadamente R$ 130 Milhões no esgoto do município de Conquista, que saiu de aproximadamente 0% para 100% de tratamento de esgoto, R$ 300 mi em Feira de Santana e R$ 115 milhões em esgoto na cidade de Barreiras, que também sairá de aproximadamente zero para 100% de cobertura.”, pontua Afonso.  O deputado  acrescenta que também neste quesito ACM tem atrapalhado muito colocando sucessivos obstáculos para renovação de contratos e realização de obras da EMBASA.

“Mais uma vez ACM quer confundir a gestão com seus interesses eleitorais. Defender a prestação de serviço privado e dizer que não houve investimentos em Salvador é passar recibo de que está despreparado”, atacou Florence.


     

Gilmar diz que sem reforma política, Supremo deve proibir coligações partidárias

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, afirmou hoje (3) que, caso o Congresso Nacional não aprove uma reforma política válida já para as próximas eleições, o Supremo Tribunal Federal (STF), do qual ele também faz parte, será levado a proibir em breve as coligações partidárias.
Os recentes casos de corrupção no financiamento de campanhas de partidos coligados, que estão sendo julgados tanto no TSE como no STF, têm mobilizado os ministros de ambas as cortes a impulsionarem a proibição, afirmou Gilmar Mendes.
“Isso vai certamente levar o Supremo, daqui a pouco, a reagir, como reagiu em relação à doação corporativa, proibindo a doação de empresas privadas. Certamente, isso vai levar o Supremo a, se não vier uma reforma política, reagir também, proibindo as coligações”, acrescentou o ministro.
Pelo sistema que vigora atualmente nas eleições proporcionais para a Câmara dos Deputados, por exemplo, o candidato de um partido que recebeu um grande número de votos pode fazer com que o candidato de outro partido menor, da mesma coligação, seja eleito com uma quantidade relativamente pequena de votos, devido ao chamado quociente eleitoral. Tal ponto ve
m sendo criticado por Mendes por, segundo ele, gerar distorções no compartilhamento de recursos de campanha.
As declarações do ministro foram dadas após ter recebido, nesta quarta-feira (3), em seu gabinete no TSE, 29 deputados que integram a comissão de reforma política na Câmara, incluindo o presidente do colegiado, Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), e o relator da matéria, Vicente Cândido (PT-SP).
Questionado se daria tempo de aprovar uma reforma político-eleitoral antes de outubro, limite para que as mudanças sejam válidas para as eleições majoritárias do ano que vem, Vieira Lima respondeu: “tem que dar”. Ele ressaltou que o financiamento de campanha é o tema que tem impulsionado a urgência da proposta.
Continuidade do Caixa 2
O ministro Gilmar Mendes ressaltou que se não houver mudanças em relação ao financiamento de campanha, a insuficiência de recursos levará ao aumento das irregularidades, abrindo espaço inclusive para a participação, por exemplo, de organizações do tráfico de drogas na política.
“Vai ser uma eleição certamente muito judicializada e também policializada, por conta da inexistência de recursos públicos se não houver a mudança no sistema. Inexistência de recursos privados. Certamente vamos ter caixa 2, vamos ter dinheiro do crime. Certamente vai ser uma eleição policial e policialesca”, disse ele, que citou o México como país que convive com esse tipo de problema.
Mendes voltou a afirmar que o Brasil necessita de um “Plano Real” no campo da política, que proporcione um “salto no plano civilizatório”, capaz de levar o país a superar a corrupção sistêmica ligada às campanhas eleitorais, assim como foi superada a inflação crônica nos anos 1990.
José Dirceu
Perguntado sobre as declarações dadas ontem (2) pelo procurador da República Daltan Dalagnol, coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato, que questionou a decisão do Supremo de libertar o ex-ministro José Dirceu, Gilmar Mendes evitou responder.
“O que eu disse está no meu voto, que foi um voto histórico, pode anotar”, disse o ministro.
Na tarde de terça-feira, a Segunda Turma do STF decidiu, por 3 votos a 2, pela revogação da ordem de prisão de Dirceu. Empatado, o julgamento acabou definido por Gilmar Mendes, último a votar.

     

Quanto amor da senadora Lídice da Mata, PSB, com ACM Netto. Volta logo, Jesus.

Senado aprova empréstimo de R$ 52,5 milhões para prefeitura de Salvador

Foto: Divulgação

O plenário do Senado aprovou nesta terça-feira (21) a operação de crédito no valor de US$ 52,5 milhões para a execução do Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo pela prefeitura de Salvador. O financiamento dos projetos será feito pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). “Não tenho dúvida de que é um projeto de extrema importância para a população de Salvador. Independente de posições políticas, esse é um empréstimo que beneficia a nossa capital. Todos que conhecem Salvador sabem que o turismo é a nossa indústria da cultura e economia criativa, portanto, ela sempre receberá o meu apoio e o da nossa bancada”, disse a senadora Lídice da Mata (PSB-BA), durante a audiência na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), na manhã desta terça, quando o projeto foi aprovado antes de ir ao plenário. A congressista apontou que a situação fiscal do Estado permite a obtenção de empréstimos. “Temos a expectativa de que recebamos o apoio dos senadores para a aprovação de dois empréstimos para a Bahia, de R$ 600 milhões do Proinfra, com o Banco do Brasil para a mobilidade urbana e também R$ 200 milhões com o Banco Europeu de Investimento para Infraestrutura”.


     

Adolescente é morto a tiros dentro de condomínio em Lauro de Freitas (BA)

Um adolescente de 17 anos foi morto a tiros na última quinta-feira (9), no bairro de Itinga, em Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador. Segundo a Central de Polícia, o crime aconteceu no Condomínio Brisas de Itinga, ao lado do presídio de Lauro de Freitas.

Ainda de acordo com a Centel, a vítima foi baleada em diversas partes do corpo e morreu no local. Não há informações sobre autoria e motivação do crime. O caso será investigado pela 27ª DT (Delegacia de Territorial), localizado em Itinga.

São Marcos

Também na última quinta-feira, no bairro de São Marcos, Luciano Menezes Amorim, 23, foi morto a tiros na localidade conhecida como Beco do Capim. Segundo a polícia, a vítima foi atingida no abdômen e socorrida para UPA (Unidade de Pronto Atendimento), na avenida San Martin, mas não resistiu aos ferimentos.

A autoria e motivação do crime serão investigadas pelo DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa).


     

Ximbinha diz que rompimento com Joelma foi por causa do pastor da igreja

Ximbinha diz que rompimento com Joelma foi por causa do pastor da igreja

Separado de Joelma desde agosto de 2015, Ximbinha voltou a falar das brigas que levaram o casal ao fim do relacionamento. Ao gravar uma participação no quadro “Elas querem saber”, comandado por Val Marchiori e Thammy Miranda, e que ainda não foi ao ar, o guitarrista contou que o motivo do rompimento foi o pastor da igreja que a cantora frequentava.

“Ele fez revelações exclusivas, começou a falar da briga dele com a Joelma, do divórcio e contou por que ele resolveu se separar de vez dela. Disse que a ‘culpa foi do pastor’. Que ela começou a dar tudo para Igreja, que ele não aguentava mais. Que ‘deu fazenda, carro, apartamento e muito mais para Igreja’… Que ele acordava e o pastor estava na casa, estava lá com eles! Que tinha culto, gritaria, muita reza e tudo mais! Hello! Não é fácil, não! Mas essa é a versão dele… Não dá para saber o que realmente aconteceu!”, disse Val em seu blog pessoal.


     

Sport ganha mais da Caixa que Bahia e Vitória

A Caixa é parceira do Sport desde 2014. Na época, o acordo foi assinado pelo valor de R$ 6 milhões. Mas, anteriormente, o Leão precisou desembolsar R$ 4 milhões para conseguir todas as certidões negativas. Em 2016, o Rubro-Negro de Recife também já tinha renovado o acordo pelos mesmos R$ 6 milhões.
No Diário Oficial da União desta quinta-feira (9), a Caixa Econômica Federal confirmou o novo acordo com o Leão da Ilha. Para seguir como patrocinador master do time em 2017, a empresa desembolsará até R$ 7,8 milhões para os cofres rubro-negros dependendo do desempenho do time nas Copas do Brasil e do Nordeste além da Série A. Em caso de conquista dessas competições, a verba chega ao teto. Sem elas, o valor será de R$ 6 milhões.
Bonificação da Caixa por títulos em 2017
R$ 2,0 milhões – Mundial
R$ 1,5 milhão – Taça Libertadores
R$ 1,0 milhão – Série A
R$ 500 mil – Copa do Brasil
R$ 500 mil – Série B
R$ 300 mil – Copa do Nordeste
R$ 200 mil – Copa Verde
O Leão é o 10º clube com contrato chancelado nesta temporada, sendo o quarto nordestino, após Ceará, CRB e Náutico. No mesmo patamar do Sport, o Bahia também celebrou a renovação, mas o contrato ainda não saiu no registro oficial. A dupla Ba-Vi recebe da Caixa R$ 6 milhões.
Contratos já publicados no Diário Oficial: Flamengo (até R$ 30 mi, somando bonificação por títulos), Atlético-MG (até 16 mi), Cruzeiro (até 12,5 mi), Sport (até 7,8 mi), Náutico (até 3,7 mi), Ceará (até 3,4 mi), Figueirense (até 3,4 mi), Paysandu (até 3,2 mi), América-MG (até 3,0 mi) e CRB (até 1,5 mi).

     

Acusado de matar cantor confessa crime, mas Justiça nega prisão temporária

Após ser preso por policiais o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Andrei Jesus dos Santos, de 22 anos, acusado de participar da morte do cantor e compositor, Felipe Yves, confessou o crime, na manhã desta quinta-feira (9), conforme informações obtidas pela reportagem do BN
Conhecido com Lacoste, o acusado foi capturado nesta quarta (8), juntamente com um adolescente de 17 anos, que também teve participação no caso. Eles prestaram depoimento logo depois de terem sido encontrados. Andrei teve a prisão temporária pedida pelo DHPP, mas o pedido foi negado pela Justiça, que alegou falta de prova material e/ou laudos comprobatórios.
No entanto,com o adolescente, segundo a polícia, foi apreendido um revólver, calibre 38, que foi encaminhado ao Departamento de Polícia Técnica (DPT), para ser periciado e verificar se foi a arma usada no crime. Enquanto isso, o acusado, que tinha sido encaminhado para o Complexo Policial da Baixa do Fiscal, foi levado para um audiência de custódia nesta quinta. Já o adolescente foi levado para à Delegacia do Adolescente Infrator (DAI).
Crime
O corpo de Felipe foi encontrado na segunda-feira (6), com o pescoço semi degolado e uma marca de tiro no braço em uma localidade conhecida como Independência, no bairro da Boca da Mata, na capital baiana. Felipe estava desaparecido desde a noite de domingo (5). Segundo os familiares, ele estava na casa da mãe quando recebeu uma ligação, por volta das 22h, e saiu. O corpo dele só foi encontrado no início da tarde de segunda-feira, e na terça-feira (7) identificado pelos parentes.