Categoria: Moema Gramacho

Prefeitura executa obras para alargamento de pista que atende veículos vindos do Miragem e Buraquinho com destino a Vilas

Na manhã deste sábado(22/07),o secretário de Trânsito, Transporte e Ordem Publica (SETTOP), Olinto Borri, acompanhou as obras de intervenção na segunda portaria de Vilas do Atlântico, em frente ao Sartre COC. No local está sendo executado o alargamento da pista com a remoção de parte do passeio para permitir que até três veículos acessem a via. A intervenção vai melhorar o fluxo de veículos vindos do Miragem e Buraquinho com destino a Vilas.
Fonte: Ascom PLMF

     

BOMBA ! BOMBA ! BOMBA !

Resultado de imagem para Moema Gramacho com Ailton Florencio

Logo após soltar as 13 miudinhas recebi uma ligação de uma figura do andar de cima da Viúva afirmando que Aílton Florêncio é CANDIDATÍSSIMO a deputado estadual e Moema Gramacho pode compor a chapa majoritária de Rui pra o SENADO da República. Seria Leão e Moema pra o Senado, Rui Governador com Ângelo CORONEL na VICE.

O ex – Governador Jacques Wagner iria ser candidato a DEPUTADO FEDERAL, sem DISTRITÃO ajudaria fazer uma bancada forte do PT. Com DISTRITÃO seria eleito e estaria na mesa pra presidir a Câmara Federal num eventual governo Lula.

Não me pergunte se combinaram com os Alemães, mas esta a linha.


     

Moema traz o metrô até Lauro

Desde cedo estou no evento convocado pela Prefeita Moema Gramacho para anunciar as novidades, mas também para ouvir a nossa população, bem ao estilo democrático da nossa Líder maior.

Todos sabemos e reconhecemos o empenho da Guerreira Moema para trazer o metrô até Lauro de Freitas. Foram anos e anos de muita articulação junto ao Governo do Estado e à CCR Metrô.

No evento a Prefeita Moema anunciou com ares de missão cumprida todos os resultados do árduo trabalho e que trarão desenvolvimento sócio-econômico e impactos positivos na qualidade de vida do laurofreitense e região metropolitana.

Segundo nossa Líder, a obra estará concluída no final deste ano e as intervenções no trânsito constarão de estação de transbordo, viadutos, novas vias e passarelas.

Parabéns, Moema !!!

Nossa Rainha.

 


     

Proerd forma 872 jovens em Lauro de Freitas

O Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) da Polícia Militar formou na tarde desta quarta-feira (12), 872 jovens na quadra poliesportiva do Centro Educacional Fênix, em Lauro de Freitas. Durante a cerimônia, as melhores redações foram premiadas e houve distribuição de brindes (camisetas e bonés) para os formandos, e o evento, organizado pela 52ª e 81ª Companhias Independentes de Polícia Militar (CIPMs), contou com a parceria da Secretaria de Educação da Prefeitura Municipal de Lauro de Freitas.
O Proerd é executado nas escolas públicas e particulares, por Policiais Militares treinados e preparados para utilizarem uma metodologia especialmente voltada para o público-alvo, onde são contempladas crianças e adolescentes, auxiliando-os a tomar decisões seguras e responsáveis diante do oferecimento precoce de drogas.
“Gostei muito do curso, principalmente quando falou sobre bulling”, disse a estudante Janai da Silva Lima, de 11 anos. Para a dona de casa Maria das Graças Oliveira, o projeto fez com que seu filho, o pequeno André, de nove anos, melhorasse muito na escola “e me parece que ele ficou mais responsável também, com as coisas de casa e da aula”, explicou.
Para o comandante da 52ª CIPM, Major Fabrício Oliveira, a cerimônia de formatura do Proerd sempre gera uma satisfação nos policiais e nas famílias dos jovens formandos. “Fazemos nosso trabalho de levar segurança pública para as ruas e desenvolvemos projetos como esse, de prevenção, para que esses meninos não sejam seduzidos pela vida fácil das drogas”, disse o Major, lembrando que mais de 450 mil crianças e adolescentes de 5.251 escolas públicas e particulares já foram formados pelo Proerd desde a sua implantação na Bahia, em 2003.

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo, multidão

Fonte: Ascom SSP/Ba

     

Moro poderá eleger Lula presidente

Por Eduardo Guimarães, no Blog da Cidadania:

Desde o revés que o juiz Sergio Moro sofreu ao ter reformada integralmente pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) a sentença sumária, ilegal e arbitrária que proferiu contra o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, este Blog começou a avisar que essa sentença e o amaciamento do STF com Aécio Neves dificultariam a condenação de Lula no caso do Triplex.

Na última segunda-feira, matéria constrangedoramente “morista” – ou antilulista – do Estadão flerta com a galhofa ao dizer que Moro será “ainda mais meticuloso” com Lula (!?).

Como assim, “ainda mais meticuloso”? O que teve de “meticulosa” a sentença que condenou Vaccari a 15 anos PRESO sem existência de provas, por conta, apenas, das acusações de gente que lucrou acusando o ex-tesoureiro do PT?

O Houaiss define assim o adjetivo “meticuloso”

1- que tem receio; temeroso, tímido, timorato

2-  que se deixa impressionar, que tem escrúpulos ‹temperamento m.›

3- preso a detalhes, a pormenores; minucioso ‹professor m.›

4- que demonstra cautela, precaução; cuidadoso, cauteloso

Vaccari foi trancafiado dois anos atrás sem julgamento e condenação, mas esta não tardaria. Em poucos meses, saiu a condenação sumária e sem produção de provas, segundo o TRF4, ou seja, a segunda instância.

Moro não foi meticuloso, foi irresponsável. Condenou um idoso a terminar seus dias na cadeia sem que contra ele houvesse uma única prova aceitável perante a lei. Mas o Estadão diz que será “ainda mais meticuloso”. Se tivermos que interpretar isso literalmente, teremos que entender que Lula será condenado com mais dureza e com menos provas que Vaccari.

O jornal chega a citar a decisão de Moro contra Vaccari para explicar a necessidade de o magistrado ser mais “meticuloso”.

Segundo o Estadão, “A decisão do Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4) de reformar a decisão de Moro e absolver o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, preso desde 2015, colabora com essa expectativa” – de Moro tomar mais cuidado ao escolher motivos para condenar Lula.

O jornalão da família Mesquita, antilulista há mais de 30 anos, reconhece só parte da dificuldade de Moro para condenar Lula, mas reconhece:

“(…) Tanto no Judiciário paranaense quanto no entorno de Lula, a notícia [da absolvição de Vaccari] foi interpretada como um sinal claro do tribunal de segunda instância para a Lava Jato (…)”

A pérola do texto, porém, vem a seguir:

“(…) Fontes próximas a Moro (…) avaliam que, para condenar o petista, o juiz teria de aplicar a teoria do domínio do fato, alegando que Lula tinha controle sobre tudo o que acontecia. Do contrário, as provas recaem sobre a ex-primeira-dama Marisa Letícia, morta em fevereiro em decorrência de um aneurisma cerebral – foi Marisa quem decidiu comprar uma cota da Bancoop no prédio do Guarujá e quem mais vezes esteve no imóvel”

Para os mais leigos ou mal-intencionados, o ato de decidir comprar o modesto imóvel no Guarujá é um mal em si mesmo. Vão condenar a falecida dona Marisa pelo domínio do fato? Vão condenar Lula por ter controle sobre o governo federal mesmo estando fora do Poder desde 2010?

Moro vai pisotear a falecida mesmo? Porque o Estadão já massacrou com essa matéria nojenta. Enfim, são esbirros da ditadura que se instalou no país. O trabalho deles é torturar os adversários políticos. Hoje em dia, torturam psicologicamente.

Mas há outra razão mais forte para a dificuldade de Moro condenar Lula: o caso Aécio Neves. O povo em geral nem sabe quem é Vaccari Neto, mas todos viram, ao vivo e à cores, o caso do tucano ser abafado pelo Supremo. Uma condenação de Lula agora provocaria revolta até em quem não é petista.

Moro está esperando as pessoas esquecerem de Aécio para condenar Lula. Porém, tanto faz condená-lo agora ou daqui a um mês. Aliás, quanto mais tempo demorar, mais a candidatura do petista ficará consolidada, na medida em que não houver mais tempo hábil para condená-lo em segunda instância antes das eleições de 2018.

Na verdade, a julgar pelo que as ofensivas de Moro contra Lula vêm causando politicamente a este, talvez fosse até bom que houvesse mesmo essa condenação…

Explico: em 19 de março do ano passado, duas semanas após a condução coercitiva de Lula, segundo o instituto Datafolha a rejeição dele era incomparavelmente mais alta do que hoje. À época, 57% dos eleitores não votariam no petista.

A partir daquele março fatídico, a vida de Lula virou um inferno que culminou com a morte da companheira no início deste ano. Porém, ao passo que ataques da mídia, de Moro e do MPF a Lula aumentavam, a popularidade dele passou a subir e a rejeição passou a despencar.

Em dezembro de 2016, segundo o mesmo Datafolha, a rejeição ao ex-presidente caíra a 44% – 13 pontos percentuais a menos. E, em nova pesquisa desse instituto publicada na semana passada, a rejeição a Lula estaria hoje em 46%, um aumento de 2 pontos percentuais em relação a dezembro, dentro da margem de erro da pesquisa.

Aliás, essa pesquisa também sinalizou 1 ponto percentual a menos nas intenções de voto de Lula em alguns cenários, tudo sempre dentro da boa e velha margem de erro.

O fato é que não houve efeito algum da nova ofensiva da Lava Jato contra Lula. O único efeito é que as intenções de voto dele são as mais altas e, em alguns cenários, ele poderia se eleger em primeiro turno.

Está ficando claro para o país que há uma perseguição a Lula enquanto os Aécios e os Temeres da vida são tratados como bibelôs por essa justiça partidarizada e defensora dos ricos e de seus despachantes na política. Desse modo, condena mesmo Lula, Moro. Use essa teoria de “domínio do fato” ou o diabo que o valha. Ficará tudo muito mais claro para a sociedade.


     

Moema reabre o Jorge Novis ainda este mês.

A prefeita Moema Gramacho vai reabrir o Hospital Jorge Novis, Itinga, no final deste mês, com cirurgias eletivas, médicos de diversas especialidades, realização de exames e um novo laboratório de análises clínicas.

O anúncio da reabertura foi feito durante uma vistoria no Hospital. Moema levou uma equipe do Governo do Estado para combinar a reabertura já com o Mutirão de Cirurgias, programa estadual em parceria com os municípios.
O Jorge Novis está recebendo os últimos preparativos e sendo reequipado. Após o Mutirão o hospital municipal será um importante equipamento para melhorar a regulação do município. “Buscamos colocar aqui justamente as especialidades e equipamentos pros exames mais requisitados pela população”, destacou.

Nos dias 2,3 e 4 de agosto serão feitas as triagens e os pré operatórios das pessoas que já estão reguladas e das novas que serão cadastradas em acão que será realizada em praça pública, em que será divulgada em breve.

A partir do dia 8 de agosto começam as cirurgias, que continuam por mais 25 dias até que todas as cirurgias programados tenham sido realizadas. Esse Mutirão tem sido um sucesso em todas as regiões do Estado e a expectativa é de realizar mais de 500 cirurgias em Lauro de Freitas neste mês.

O Hospital Jorge Novis foi fechado pela gestão anterior e a prefeita se comprometeu em reabrí-lo e fazer com que ele ofereça um melhor serviço. “Estamos fazendo tudo pra cumprir nosso compromisso. Em breve!”


     

Prefeitura convida para 1º Workshop de Esporte Educacional na Unime, dias 6 e 7.

clique aquiclique aqui    clique aquiResultado de imagem para Moema com Uilson Souza

A Prefeitura Municipal de Lauro de Freitas (PMLF), através das secretarias de Trabalho, Esporte e Lazer (Setrel) e de Educação (Semed), realiza nos dias 6 e 7 de julho, o 1º Workshop de Esporte Educacional, na Unime, com o objetivo de aprofundar a discussão sobre o que será ofertado ao município.

Contará com palestras e grupos de trabalho visando contribuir com a formulação de política pública. A atividade discutirá os procedimentos e orientará a implementação das ações, execução e gestão, abordando aspectos pedagógicos e esportivos, de forma a qualificar a implantação, em Lauro de Freitas, do programa que vai compor a educação por tempo integral, inserido na construção da Cidade Educadora. “A política pública do esporte está em crescente desenvolvimento e nós entendemos que o esporte educacional é uma vertente que precisa ser implantada para contribuir para mudança da realidade de Lauro de Freitas. Atualmente, não é possível pensar em esporte e não pensar em esporte educacional”, destacou o secretário da Setrel, Uilson de Souza.

Entre os palestrantes estão Laura Pujol, cônsul geral da República de Cuba que apresentará a experiência do país com o Esporte Educacional, e Vicente Neto, ex-chefe de Gabinete do Ministério do Esporte, ex-secretário de Cultura, Esporte e Lazer da Lauro de Freitas e atualmente Chefe de Gabinete da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) do Governo do Estado da Bahia. Vicente Neto abordará as experiências do Governo Federal no período 2003 a 2012 com as políticas públicas de esporte educacional, Programa Segundo Tempo, esporte escolar e Lei de Incentivo ao Esporte, entre outros.

Para mais informações e inscrições, os interessados devem entrar em contato através do email: workshopee.setrel@outlook.com ou na sede da Setrel, na Praça João Tiago dos Santos, Centro, de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h.clique aqui


     

Moema junto com a comunidade resolvendo o problema do espaço Quilombola.

Atenta às reivindicações da comunidade e presença constante nas reuniões, a prefeita Moema Gramacho explicou que o projeto não desapropriará nenhuma residência dos remanescentes. “Quem terá que sair da área demarcada em mapa são os grileiros ou invasores. Alguns de vocês ainda não entenderam os benefícios que esse projeto trará a região.

O governo do Estado está propondo esse diálogo para que vocês sejam beneficiados em todos os sentidos possíveis”, explicou. Para a presidente da Associação do Quilombo Quingoma de Dentro, Ana Lúcia dos Santos Silva, é necessário que haja maior esclarecimento das ações para serem repassadas à comunidade. “Nós vamos nos debruçar sobre esse projeto para apresentar uma contraproposta favorável ao nosso povo”. Emocionada, a líder comunitária Rejane Pereira destacou a importância histórica das terras. “Nossa família toda descende desse lugar”, disse.

Entenda o caso A proposta do território quilombola do Quingoma, formulada pelo governo do Estado e Incra, foi apresentada em maio deste ano durante uma reunião com a comunidade no Colégio 2 de Julho, em Itinga. A ação deu início à segunda fase do processo de definição da Poligonal e da  tutela dos direitos territoriais dos integrantes da comunidade. O processo de demarcação das terras quilombola visa superar o impasse gerado pela construção da Via Metropolitana que atravessa Lauro de Freitas passando pelas comunidades do Quingoma e Parque São Paulo.

De acordo com a proposta em debate, a área quilombola será de 284,76 hectares, onde foram identificadas, através de georreferenciamento, 219 residências quilombolas e 53 não quilombolas. Um conjunto de equipamentos públicos será disponibilizado para a comunidade do Quingoma, entre eles escola profissionalizante, UPA, quadra poliesportiva, centro de cultura, escola de 1º e 2º Graus, creches, terminal de ônibus, acesso com ciclovias e calçadas, praças, quiosques e áreas verdes. Os diálogos entre governo e comunidade são permanentes, a fim de se chegar a um denominador comum. Na fase inicial houve a elaboração das peças que compõem o Relatório Técnico de Identificação e Definição (RTID) – cadastro, levantamento fundiário, memorial descritivo e parecer do Incra. Nessa segunda etapa constam a análise com direito a notificação de defesa de pessoas que estejam contraditórias ao processo, portaria de reconhecimento, decreto do governo federal, desapropriações e, por fim, a titulação.