Categoria: Moema Gramacho

Secretário Carlos Martins participa da inauguração da Via Expressa Barradão*

O secretário Carlos Martins participou na manhã deste sábado (17), ao lado do governador Rui Costa, da inauguração da Avenida Mário Sérgio Pontes de Paiva, a Via Expressa Barradão. A nova via, de 3,5 km, faz a ligação entre a Av. Paralela e o estádio Barradão, de forma mais rápida e acessível.

A nova avenida recebeu um investimento da ordem de R$ 40 milhões, beneficiando ainda milhares de moradores dos bairros de Canabrava, Trobogy e região. Para Martins, a obra garantirá não só o acesso mais fácil ao estádio, mas principalmente mais mobilidade para a região.

“Mais uma de dezenas de obras de mobilidade urbana em Salvador, garantindo fluidez no trânsito, melhoria na qualidade de vida dos moradores, com menos tempo em engarrafamentos e mais tempo em casa com suas famílias. Sem dúvida alguma, as obras do Governo do Estado estão mudando Salvador”, afirmou o secretário.

A região da nova via foi totalmente urbanizada e possui pista dupla, acessibilidade, rampas, escadas, passeios dos dois lados, ciclofaixa, pontos de ônibus recuados e equipamentos de esporte e lazer. A avenida estará liberada para uso já neste domingo, quando o Estádio Barradão recebe o primeiro Ba x Vi de 2018.

Executada pela Conder, a obra era uma demanda antiga de moradores da área e de torcedores e membros do Esporte Clube Vitória. As obras foram iniciadas ainda na gestão do secretário Carlos Martins à frente da Secretaria de Desenvolvimento Urbano, que colocou a Via Expressa Barradão como uma das prioridades da pasta.

Serviços – A inauguração neste sábado contou também com uma grande Feira da Cidadania. A população vai ter acesso a exames preventivos de câncer, atendimento odontológico e testes de visão, além de unidades móveis com consultórios ginecológicos e um mamógrafo, onde serão atendidas mulheres de 25 a 64 anos para a realização de exame preventivo. O SAC Móvel também estará presente, realizando a emissão de documentos como carteira de identidade (RG) e CPF.


     

Igreja Católica lança Campanha da Fraternidade 2018

Centenas de fieis se reuniam hoje (14), na Igreja de São Pedro dos Clérigos, no Pelourinho, onde foi realizada a santa Missa de Cinzas e o lançamento da Campanha da Fraternidade 2018. Presidida pelo arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, a celebração marcou o inicio da Quaresma, período de jejum, orações e reflexões. Presentes na celebração, o secretário de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), Carlos Martins e o coordenador executivo da pasta, Yulo Oiticica.

“A Missa de Cinzas tem um significado muito especial para toda a comunidade católica; é quando os fiéis são marcados simbolicamente com cinzas na testa, que simboliza a reflexão sobre a mudança de vida”, comentou Martins.

Durante a missa, Dom Murilo falou sobre a luta pela justiça social, e igualdade das famílias. Destacou também a importância da mudança de comportamento e do combate à violência, que “assusta a todos nós e, infelizmente, é algo que ataca toda a sociedade. Basta dizer que o número de vítimas no Brasil supera o de muitos países em guerra”, disse ele.

Na oportunidade também foi lançada a Campanha da Fraternidade, que este ano tem o tema “Fraternidade e superação da violência” e o lema ‘Vós sóis todos irmãos’, tirado do livro de Mateus 23:8. O lema já mostra que a campanha de 2018 pretende promover a cultura da paz e também buscar a reconciliação, bem como incentivar a justiça à luz da Palavra de Deus. A campanha também propõe a valorização da família e da escola como espaços de convivência fraterna, de testemunho e do perdão, além de identificar, acompanhar e reivindicar políticas públicas de superação da desigualdade social e da violência e apoiar os centros de direitos humanos, comissões de justiça e de paz e organizações da sociedade civil que trabalham para a superação da violência.

“Essa convocação nunca foi tão necessária, infelizmente o nosso país vive um momento em que os índices de homicídios, feminicídios, LGTBfobia, violência contra crianças e adolescestes têm números alarmantes. Combater a violência, respeitar as pessoas e valorizar a vida é urgente”, comentou Martins.

 


     

Campanha de vacina fracionada contra febre amarela começa dia 19 em Lauro de Freitas

A Prefeitura de Lauro de Freitas abre a Campanha de Vacinação de Febre Amarela Fracionada no próximo dia 19, segunda-feira, com atendimento em todas as Unidades Básicas de Saúde, de 8h às 16h. O município foi um oito selecionados na Bahia para receber essa versão da vacina.
Poderão tomar a vacina fracionada, brasileiros com mais de 2 anos e menos de 60, desde que não tenham sido imunizados. Já a dose normal será administrada a crianças de 9 meses a 2 anos, gestantes, idosos e outros indivíduos com condições especiais (imunidade baixa por algum motivo).
Uma dose padrão, que tem duração garantida para o resto da vida, possui 0,5 mililitros (ml); a dose fracionada carrega 0,1 ml, com duração de ao menos oito anos. A campanha vai até o dia 9 de março.
Esse menor volume por injeção possibilita que mais pessoas se imunizem. A estratégia é preconizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para impedir a expansão da febre amarela em regiões originalmente fora da zona de risco.
DIA D DE VACINAÇÃO – No dia 24, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, realiza o Dia D de Vacinação contra a Febre Amarela em todas as Unidades de Saúde do município, com atendimento de 8h às 16h, e em postos montados nos seguintes locais: Supermercados G Barbosa, Hiper Bompreço, Atacadão Atakarejo, Atacadão, Max e Assai; na Praça da Matriz, praça em frente ao Parque Ecológico de Vilas e na Escola Ana Lúcia Magalhães.


     

Estudante de Engenharia Mecânica Kaique, agredido,em Salvador morreu na tarde desta quarta-feira.

 

'Sem motivo, sem porquê', diz síndica que cedeu imagens de agressão na Graça
Kaique Moreira Abreu, 22 anos, estava  internado em estado gravíssimo, após sofrer  agressão  quando voltava para casa.
A motivação da agressão sofrida pelo estudante de Engenharia Mecânica, na sexta-feira (9), no bairro da Graça, em Salvador, intriga até mesmo quem viu as cenas do crime. O jovem foi espancado na madrugada, por volta de 3h, na Rua Manoel Barreto, não resistindo aos ferimentos veio á óbito na tarde desta quarta-feira  (14).
Familiares  da vítima  agradecem as orações e vibrações pelos jovem em rede social.

“Agradeço a todos pelas orações e vibrações por Kaique.
Mas, infelizmente, ele não resistiu.
Acabou de desencarnar.
Que voltemos nossos pensamentos e orações, nesse momento, para que sua passagem para o plano espiritual ocorra da melhor maneira possível e que ele seja recebido com muito carinho pelos Espíritos de Luz que o aguardam nesse instante.
Que Deus, em sua imensa misericórdia e amor possa amparar todos os seus amigos e familiares.”
✨🙏🏻✨


     

Agressor de jovem queria descontar em alguém violência que sofreu no circuito, diz polícia

Agressor de jovem queria descontar em alguém violência que sofreu no circuito, diz polícia

Foto: Ulisses Gama / Bahia Notícias

A polícia já identificou os quatro suspeitos de terem agredido o jovem Kaique Abreu na última sexta-feira (9), no bairro da Graça. Dois deles estão detidos na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e um adolescente foi levado para a Delegacia do Adolescente Infrator (DAI). Um outro menor de idade está foragido. De acordo com o delegado José Bezerra Alves Júnior, do DHPP, o autor da agressão – responsável pelos socos e pelo chute – foi Edson Rodrigues, de 26 anos. Ele foi encontrado em casa, na Capelinha de São Caetano. Segundo a polícia, o autor do crime assumiu a responsabilidade, alegando que queria descontar em alguém a agressão que sofreu por outra pessoa no circuito do Carnaval, onde vendia queijo. O autor da agressão do soco e do chutes foi autuado em flagrante pela prática inicial de homicídio tentado. Os demais, por favorecimento pessoal ao agressor, ao auxiliá-lo na fuga e também por omissão de socorro.


     

Traficante do Calabar é preso durante confusão no Arrastão do Carnaval em Salvador

Uma confusão no final do percurso do arrastão de quarta-feira de Cinzas resultou na prisão de um homem apontado como traficante do Calabar.

Segundo informações da polícia, se trata de Averaldo Ferreira da Silva Filho, o Averaldinho. A equipe da Record TV Itapoan flagrou o momento da confusão. De acordo com transeuntes, um homem tentou roubar um cordão de ouro de um folião no bairro de Ondina, na altura da Praça dos Gordinhas.

 


     

Equipe da Secretaria de Trânsito, Transporte e Ordem Pública –SETTOP foi destaque no carnaval

Durante o período de carnaval a equipe da Secretaria de Trânsito, Transporte e Ordem Pública –SETTOP de Lauro de Freitas realizou várias intervenções na cidade em conjuntos com outras secretárias em prol de viabilizar uma festa maravilhosa para os munícipes e visitantes. Até mesmo quem passava pela estrada do coco durante o dia sentido ao Litoral Norte, pode perceber as ações da Settop, a ordem era brincar o Carnaval com responsabilidade e respeito à vida.

À noite, as ações de prevenção se concentraram no circuito do Carnaval, no Centro da Cidade, com barreiras e abordagens no trânsito e em bares. A distribuição de panfletos aos que estavam bebendo era acompanhada de informações sobre os riscos de dirigir sob o efeito de álcool e outras drogas, ou usando o celular.

Segundo Nilson Oliver a avaliação é de saldo positivo no evento, e que todas as secretarias envolvidas na realização do carnaval estão de parabéns. Nilson é servidor municipal lotado na Settop, considerado homem fiel e de confiança do Capitão Olinto.

( Nilson Oliver )

” Todos do departamento da nossa secretaria fomos mobilizados pelo nosso secretario Capitão Olinto e montamos diversas ações preventiva durante o carnaval para atender a população e garantir o sucesso da festividade do carnaval no município. Quero parabenizar toda equipe e ao nosso secretario Capitão Olinto pelo trabalho desenvolvido”. Finalizou Nilson Oliver.


     

Estado de saúde é gravíssimo de jovem morador de Lauro de Freitas vítima de agressão na Graça  

'Sem motivo, sem porquê', diz síndica que cedeu imagens de agressão na Graça
Kaique Moreira Abreu, 22 anos, está internado em estado gravíssimo; jovem voltava para casa
A motivação da agressão sofrida pelo estudante de Engenharia Mecânica Kaique Moreira Abreu, 22 anos, na sexta-feira (9), no bairro da Graça, em Salvador, intriga até mesmo quem viu as cenas do crime. O jovem foi espancado na madrugada, por volta de 3h, na Rua Manoel Barreto.
As câmeras de segurança de um prédio gravaram toda a ação. As imagens já estão com a Polícia Civil. Síndica do edifício, que entregou as imagens para família, disse ao CORREIO, sem se identificar, que o jovem foi espancado “sem motivos”.
“As imagens são brutais. Eles chegam a bater na cabeça dele, sem dó. Depois entram em um caminhão e vão embora. Aquilo não foi assalto”, acredita. Segundo a moradora, o jovem retornava do Carnaval, por volta de 3h, quando foi atacado.
Titular da 14ª Delegacia (Barra), que apura o crime, a delegada Carmen Dolores Bittercourt afirmou, nesta terça-feira (13), que o crime não tem relação com a festa.
“Não temos dados de que os indivíduos que tenham feito isso estavam no Carnaval, ou até mesmo a vítima. A Manoel Barreto não faz parte dos circuitos, portanto, não há uma relação a ser feita entre as duas coisas”, disse Dolores.
Conforme apurou o CORREIO, Kaíque e a família, que moram em Lauro de Freitas, haviam alugado um apartamento na Rua Manoel Barreto, onde ocorreu o crime.
Por telefone, um tio da vítima disse à reportagem que os pais do jovem estão inconformados. “Eles estão super abalados e, por isso, nós optamos por não dar maiores declarações. As imagens já estão com a polícia e estamos aguardando”, afirmou ele, sem dar maiores detalhes sobre o estado de saúde do sobrinho.
A vítima segue internada no Hospital Português (HP), onde já chegou em estado considerado gravíssimo. Pelo menos dois suspeitos aparecem nas imagens cedidas à polícia pela família.
Conforme o secretário de Saúde do município, José Antônio Rodrigues Alves, Kaíque deu entrada no HP com quadro de morte cerebral. “Ele foi atendido em estado extremamente grave e, como ele tinha plano de saúde, foi encaminhado para o Hospital Português, que era o hospital mais perto. Ele foi atendido e, naquele momento, ficamos sabendo que os médicos [do hospital] atestaram morte cerebral”, disse Alves, nesta terça-feira (13), durante balanço parcial do Carnaval.

     

NA BAHIA, O POVO DIZ O QUE QUER DA POLÍTICA.

Josias Gomes
Secretário de Relações Institucionais e Deputado Federal licenciado.

Termina o Carnaval, na Bahia e no Brasil, em meio ao qual as sombras que rondam a política brasileira pairaram ameaçadoras. O povo aproveitou a folia para expor veementemente sua insatisfação com os rumos do país.
Blocos, escolas de samba, grupos de foliões, expressões carnavalescas de diversos estados, de Norte a Sul do país, por suas alegorias, enredos, dizeres, marchinhas e fantasias reverberaram toda a insatisfação popular com o canhestro e ilegítimo governo federal, do momento.
No balanço desses dias, vai ser muito difícil encontrar algum exemplo de político que tenha testado sua popularidade, peito aberto, caminhando em meio ao povo, sem aparato de segurança, que tenha se saído bem.
Na Bahia, porém, há um belo exemplo de político de bem com o povo, no caso, o governador Rui Costa, do PT, que termina por redimir a própria política, sugerindo que o povo pode não estar propriamente insatisfeito com ela (a política).
Desde a Lavagem do Senhor do Bonfim, onde os possíveis candidatos costumam testar suas chances com o povo, especialmente em ano eleitoral, que é notável a diferença entre o tratamento popular dispensado a Rui Costa e o que é dedicado a seus adversários.
Nesse ritmo, o clima que rondou a presença do governador foi, todo o tempo, de muita alegria, com Rui sempre aplaudido, por onde quer que caminhasse, desde o ato ecumênico que marcou o início do cortejo, até o seu final.
Na oportunidade, o povo soteropolitano, irmanado com gente vinda de toda a Bahia, e do país, não deixou margem a qualquer dúvida sobre o acerto das decisões do atual governo baiano no campo da mobilidade urbana, da saúde e da educação, exemplos para todo o país.
Agora, mesmo, no Carnaval, Rui Costa não arrumou qualquer desculpa que lhe permitisse fugir do povo, e, acompanhado da esposa, e poucos assessores mais diretos, caminhou sempre muito tranquilamente em meio aos foliões.
Por onde passava, Rui Costa era amplamente aplaudido, com o povo gritando o seu nome, buscando abraça-lo, fazendo selfies, em passeios sem atropelos, embora cercado de muito calor humano a comprovar a aprovação dos baianos ao seu governo.
Ainda no Carnaval, Rui Costa foi prestigiar a saída do tradicional bloco Ilê Aiyê, onde sua presença foi saudada pelos brincantes e pelo povo. Também, nessa oportunidade, seus adversários arrumaram outra coisa para fazer, e, não foram.
São essas histórias do Carnaval e dos eventos mais tradicionais da Bahia que efetivamente revelam a enorme vantagem popular de Rui Costa, frente a seus adversários, o que enche de orgulho a todos aqueles, que, a meu exemplo, têm a honra de participar do seu governo.
Mas, retornando à questão: Haverá mesmo, no Brasil atual, uma rejeição popular à política? Afinal de contas, Rui Costa, é político, dos mais refinados, escolhido por Jacques Wagner para o governo, dentro de um processo claramente político e do mais amplo conhecimento público.
O que pode estar havendo, de verdade, é não um questionamento da política, mas, das práticas políticas em curso. Político correto, unindo discurso e prática, acertando na gestão, Rui é, na verdade, o exemplo escolhido pelo povo para dizer: “olha, a política deve ser assim; o político que a gente quer é desse jeito”.
Somente com uma leitura correta da realidade é que será possível encontrar a saída para a atual crise de identidade que tanto atormenta o mundo político, o que recomenda atentar com muita acuidade para o fenômeno Rui, que é um político, com clara definição partidária pelo PT, e, ao mesmo tempo, detentor de amplo e inegável apoio popular.