Moema leva demandas ao Secretário de Segurança

Blog do Lau

Blog do Lau

Ronda Maria da Penha, Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam), integração do sistema de videomonitoramento municipal com o estadual e ativação do serviço de discagem direta da polícia 190 foram algumas das demandas apresentados ao secretário estadual de Segurança Pública, Maurício Barbosa, pela prefeita de Lauro de Freitas Moema Gramacho em reunião realizada na tarde desta quarta-feira (23).

A prefeita enfatizou a necessidade de ações estratégicas para a diminuição dos índices de violência contra a mulher no município e lembrou que somente no primeiro semestre deste ano três crimes enquadrados como feminicídio foram registrados na cidade. “Enquanto a Deam não é instalada em Lauro de Freitas, nos temos salas de acolhimento à mulheres nas delegacias, mas ainda estamos com deficit na estrutura”, salientou a prefeita, que estava acompanhada da secretária da Mulher, Bárbara Chaves, e dos secretários Olinto Borri, da Settop, e Roberto Wellington Lopes, da Chefia de Gabinete.

O secretário se mostrou solícito às propostas apresentadas. “Podem contar com meu apoio irrestrito”, disse. Maurício Barbosa enfatizou a necessidade de implantação da Ronda Maria da Penha e parabenizou a prefeita pela relação estreita com as forças policiais na cidade. “Temos acompanhado o desenvolvimento das ações e essa integração é de fundamental importância para o êxito dos programas e projetos na área da segurança”, disse. Sobre a DEAM, sugeriu que inicialmente sejam implantados Núcleos de Atendimento à Mulher nas Delegacias.

Videomonitoramento

Com cerca de 59 m², a cidade adquiriu em 2012 o sistema de videomonitoramento. São 131 câmeras instaladas em pontos estratégicos. O superintendente de Segurança Pública, Junior Neves, revelou que no início desta gestão apenas seis câmeras foram encontradas em funcionamento. “Atualmente recuperamos 68 equipamentos vamos recuperar as demais e esperamos aderir ao serviço mais 25 câmeras geridas pela central do estado”, pontuou. Neves informou ainda, que a partir desta quinta-feira (24), o sistema funcionará através de fibra óptica e não mais via rádio. “Dessa maneira a imagem chegará para nós mais precisa, sem interferências”, frisou.

A prefeita também apresentou o projeto para a criação de um espaço de segurança pública e amparo social no município. A ideia é colocar num mesmo lugar serviços como Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), Casa dos Conselhos, Sede da 52º Companhia Independente de Polícia Militar, Proerd e Ronda Maria da Penha.


     

Você pode gostar...