Lauro de Freitas: MP aponta irregularidades em frigorífico e pede interdição

O Ministério Público estadual da Bahia expediu uma recomendação à prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho, ao secretário de Saúde, Erasmo Moura, e a diretora de inspeção de vigilância sanitária do município, Maria José Andrade, para que interdite o frigorífico Big Frango. A promotora de Justiça Ivana Silva Moreira afirmou que o estabelecimento, diante das irregularidades constatadas, oferece risco iminente para a saúde e a vida das pessoas, além de causar danos concretos e potenciais ao meio ambiente.

O relatório feito por técnicos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) mostrou que o frigorífico “não possui controle do processo e não cumpre os requisitos básicos de higiene e manutenção na área de processamento e armazenagem”. O estabelecimento também não tem, segundo o relatório, os requisitos de bem estar animal e abate, “não possuindo, destarte, condição de funcionar, e que a omissão em tomar medidas emergenciais pode comprometer, ainda mais, a saúde e a vida das pessoas que consomem carnes provenientes daquele local”.


     

Você pode gostar...